sábado, 27 de julho de 2013

Bolo de limão e sementes de papoila

Se a quintinha do avô João nos dá limões.....fazemos bolo de limão!!!!
 
   Já vos tinha dito e mostrado as maravilhas que esta semana vieram da quintinha do avô João....entre elas estão limões amarelinhos e brilhantes....hoje fui à procura deles no fresquinho do frigorifico......
   Adoro sabores citricos tanto em bolos como em mousses....semi-frios...bebidas....!!!
O limão é um daqueles frutos que fica bem em quase tudo, muito versátil, sabor e aroma fortes que não nos deixam indiferentes....
  Hoje o dia ventoso e frio pedia um bolinho para alegrar os olhos e os paladares....e apesar de ser verão soube tão bem com um cházinho morno....
 
Para além de delicioso ficou muito bonito, as sementes de papoila dão-lhe um aspeto diferente e tornam a textura ainda mais apetecível!
 
 
 
 
 
Ingredientes:

250 g de açúcar
2 limões
4 ovos
200 g de natas magras
100 g de margarina à temperatura ambiente
250 g de farinha sem fermento
1 c. de sopa de fermento para bolos

2 c. de sopa de sementes de papoila
Açúcar em pó para polvilhar



Preparação:

No copo da Bimby coloque o açúcar e a casca de um limão e pulverize na vel. 5 15 seg.; Coloque a borboleta e adicione o sumo dos 2 limões;
Adicione também os restantes ingredientes excepto a farinha e o fermento e programe 5 min. na vel. 4;
Retire a borboleta e junte a farinha e o fermento e programe 15 seg. vel. 3; Deite o preparado numa forma de coroa previamente untada com margarina e polvilhada com farinha;
Leve ao forno pré-aquecido a 180º durante cerca de 30 min.;
 
* Polvilhe com açúcar em pó ou decore a gosto.
 
 
 
 
Fonte: Adaptado do Blog Delícias da Moni
 
 
 
 
SABER MAIS......
 

O limão é verdadeiramente uma jóia da natureza. Pode ser considerado o rei dos frutos curativos, sendo impressionante a quantidade e variedade das suas aplicações. No entanto, tendemos a repudiá-lo, quando pensamos no seu gosto azedo, e a minimizar as suas virtudes, tanto na manutenção e recuperação da saúde, quanto ao seu valor nutricional e possibilidades múltiplas de utilização culinária.
Esta atitude se instalou pela suposição de que ele é agressivo para o estômago, que pode acidificar o sangue, descalcificar e enfraquecer o organismo… Ora, nada mais falso e oposto à realidade.