sábado, 27 de abril de 2013

Bolo de pão ralado

  Numa das minhas deambulações por alguns blogs, à procura de uma receita para um bolinho, entre muitos o primeiro que me saltou à vista foi o bolo de Pão Ralado, que apesar de muito antiga não conhecia. Fiquei com vontade de o fazer imediatamente...e tal foi o entusiasmo que captei a imagem da receita e fiquei sem saber a " fonte ".
  Este bolo tem a vantagem de substituir a farinha por pão ralado, além de que evita desperdiçar pão.Umas fatias de pão que sobraram, que foram ao forno a tostar, para depois encher a caixinha do pão ralado.
Aproveitei a casca de uma laranja para o aromatizar. A Bimby tem a vantagem de que pulveriza a casca junto com o açúcar, o que permite um aroma intenso.
 
 
 
 
" Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma "

                                                                                         Lavoisier 
 
Sempre fui contra o desperdício, e nos " dias de hoje " cada vez mais este conceito se enraíza no meu dia-a-dia fazendo todo o sentido!
 
 Ingredientes:
 
4 Ovos
180g de açúcar
150g de pão ralado
Casca de uma laranja/ erva doce
1 c. de sobremesa de canela
1 c. de sobremesa de fermento em pó
1 chávena de leite pequena
1 chávena de óleo pequena
Uma pitada de Sal
Margarina e farinha para untar e polvilhar a forma
 
Confeção:
 
No copo da Bimby pulverizar a casca da laranja junto com o açúcar 15 Seg.  Vel.10.
Colocar a borboleta no copo, juntar os ovos ao açúcar, a pitada de sal, o óleo e o leite e bater durante 4 min. 37º  vel. 3 1/2.
Terminado o tempo retirar a borboleta e bater mais 4 min. vel. 3 1/2.
Juntar o pão ralado com o fermento e a canela 10 Seg .Vel. 3.
Levar a forno pré-aquecido a 180ºC numa forma de coroa, untada com margarina e polvilhada com farinha, durante 30 minutos.
Aconselho o teste do palito ( O bolo está pronto quando o palito sai seco ) 

 
 
 
 

 
 
   
Este bolo é o caso de uma deliciosa transformação.
 
Este bolo é isento de cobertura mas.....eu tive um percalço pelo caminho e tive que o decorar com ganache de chocolate negro e migalhas do mesmo. Cresceu demasiado, transbordou a forma, foi preciso cortar para nivelar de forma a assentar no prato de servir...!!!!
 
 
 
 

 
 
 
 
  Nada melhor que uma fatia de bolo caseiro, para acompanhar uma chávena de chá quentinho ou um néctar !!!
  E este ficou bem ao meu gosto, seco e com um travo a laranja, erva doce e canela.
Simplesmente saboroso.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Limoncello

  Limoncello é um licor de limão produzido originalmente no sul da Itália, especialmente na região do golfo de Nápoles, na costa Amalfitana e nas ilhas de Ischia e Capri, havendo também produção na Sicília e na Sardenha. É feito à base de limão, álcool, água e açúcar; deve ser mantido no frigorifico e consequentemente, bebido bem gelado. ( Wikipédia )
Habitualmente comprávamos Limoncello Villa Massa porque somos apreciadores de um bom licor fresquinho mas desde que temos a Bimby fazemos os principais licores que consumimos e temos em casa para " receber visitas "...!!!
Se gosta de Limoncello independentemente da marca vá a este site :
                                                      
www.dutyfreedufry.com.br › BebidasLicores

" Villa Massa é o primeiro e mais famoso limoncello do mundo. Produzido na Itália mais especificamente na cidade de Sorrento, localizada na Península .... "
Nós por cá, agora vamos fazendo na " nossa bimboca " ...... e olhem que fica absolutamente maravilhoso ...... não é Villa Massa mas está lá bem perto.......!!!!!!





E..... é tão bom!!!!




Ingredientes:


Casca de 25 limões (só a parte amarela)
1000 g de aguardente
500 g de açúcar
650 g de água

Preparação:

Colocar num recipiente com tampa a casca dos limões e a aguardente, fechar bem e deixar repousar num local escuro e seco durante 48 horas.


Após este tempo, colocar no copo o açúcar e a água e programar 15 min. temp varoma, vel. 2.
Deixar arrefecer e juntar à aguardente.
Com a ajuda de um funil e de um passador, passar o líquido para as garrafas previamente escaldadas
Sirva bem fresco ou opte por pedras de gelo....!!!


Dica:
Aproveite a polpa dos limões para fazer sorvetes, granizados, sumos, congelar, etc.




















sexta-feira, 26 de abril de 2013

PannaCotta com coulis de morango

  A Panna Cotta (em italiano significa literalmente "nata cozida") é uma sobremesa típica da região italiana do Piemonte, elaborada a partir de nata de leite, açúcar, gelatina e especiarias, especialmente canela. Consome-se sozinha, com compotas ou com fruta fresca.( Wikipédia )
  Nunca tinha feito esta sobremesa.....é simplesmente deliciosa a Panna Cotta com coulis de morango e muito fácil e rápida de preparar... e com a ajuda da Bimby, melhor ainda!
Na bimby é super rápida de se fazer e se usarmos cuajada em vez de folhas de gelatina , solidifica num instante. De todas as formas é uma sobremesa que precisa de bastante tempo no frigorifíco.
  A cuajada nem toda a gente conhece,até porque é raro encontrar-se nos supermecados, contudo é habitualmente utilizada em Espanha e compra-se no El Corte Inglés.
 
 
 

 
 
 
 
 

Ingredientes para o Panna cotta:
 
 


600 g leite
400 g natas
150 g açúcar
1 vagem de baunilha
2 saquetas de cuajada ou 12 folhas de gelatina transparente
 

 Preparação do Panna cotta:
 
Deitar todos os ingredientes no copo da Bimby, incluindo as sementes da vagem de baunilha e programar 8 min. 90ºC vel.4. (se usar gelatina tem que a demolhar em água fria e levar ao microondas alguns segundos).

Passe uma ou várias forminhas por água fria e deite o preparado.
Leve ao frio de um dia para o outro de preferência. 

 
Coulis de morango:
 
350 g de morangos
200 g de açucar
Sumo de 1/2 limão
 
Cortar os morangos e reservar alguns para a decoração ( opcional )
Colocar todos os ingredientes no copo e programar 2 min. vel.5.

Levar ao frigorifíco até à altura de servir a sobremesa.
Decorar a gosto.
Eu optei por colocar o coulis de morango por cima da Panna Cotta e em redor da mesma.
Por fim decorei com folhas de hortelã.


Dica: A Panna Cotta desenforma facilmente se deixarmos alguns segundos o fundo do ramequim/forma dentro de uma taça com um pouco de água quente.

 
 
 
 

 
 
 
 
Além disso é uma sobremesa que fica muito bonita !!!
Extremanente " apelativa "...

domingo, 21 de abril de 2013

Bôla rápida de carne

......há sempre uma primeira vez....e nunca digas " desta água não beberei "......

   Com fortes raízes no norte de Portugal, o recheio da bôla tradicional de carne é rico em variadíssimas carnes frias e deliciosos enchidos.
Para enriquecer o recheio, pode acrescentar mais variedade de carnes a gosto como frango ou presunto. Pode ainda variar nos enchidos adicionando linguiça ou paio.
   Eu sempre achei que nunca iria comer tal coisa e muito menos fazer!!!! .....mas a imagem do livro base Bimby e a facilidade e rapidez de confeção que se relata fez-me mudar de ideias radicalmente.
Com um lanche para preparar, onde gostaria de apresentar iguarias diversas e diferentes do habitual, esta bôla revelou-se uma novidade muito agradável!!!
   Ficou mais que aprovada.....eu apenas tirei um pedacinho pois não como enchidos e raramente um ou outro fumado. 
Esta receita para além de deliciosa também rende imenso, pois é um pão recheado bastante consistente...mas não massudo.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Ingredientes:


4 ovos
200 g de óleo
300 g de leite
500 g de farinha
2 c. de chá de fermento em pó
50 g de chouriço de carne
250 g de fiambre
150 g de bacon
sal q.b.



Confeção:


Coloque no copo as carnes separadamente e pique 1 a 3 segs. vel. 3 ( reserve ).
Coloque no copo todos os ingredientes e programe 2 min na temp. 37ºC vel 2.
Adicione a farinha e o fermento e programe 1 min. vel. Espiga.

Quando terminar adicione as carnes e envolva com a espátula.
Deite numa forma untada e polvilhada de farinha e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC durante cerca de 25 minutos.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

sábado, 20 de abril de 2013

Pão de queijo

Adoro pão de queijo!!!

   O pão de queijo é uma receita tipicamente brasileira, dos estados de Goiás e Minas Gerais. A sua origem é incerta, especula-se que a receita exista desde o século XVIII em Minas Gerais e Goiás, mas tornou-se efetivamente popular no Brasil a partir da década de 1950. ( wikipédia )

Ao pesquisar encontramos várias receitas diferentes, onde os ingredientes e o tipo do queijo variam muito, bem como o resultado final. Em algumas receitas usam polvilho doce, outras o azedo, ou mesmo ambos. No entanto, o que dá a principal característica ao pão é o fato de ser feito à base de polvilho de mandioca e o tipo de queijo.
   O tipo de queijo que podemos utilizar ao fazer esta variante de pão, está de acordo com a preferência de cada pessoa. Os mais utilizados são mozzarella e parmesão, sendo os mais tradicionais o queijo de minas curado e o queijo de minas padrão, difíceis de encontrar nos nossos supermercados.
O queijo que dá o sabor típico ao pão é o tipo de queijo que usamos, daí o seu nome.
 
**Das diversas variedades de queijo que já utilizei neste pão, a que menos gostei foi a confecionada com queijo da ilha, que embora seja o que dizem ser mais parecido ao de minas, torna os pães muito ágrios.
Esta receita que vos apresento foi feita com queijo flamengo de bola, triturado na bimby!!!
 








Ingredientes:


250 g de Polvilho Azedo
200 g de leite
100 g de óleo
2 ovos
120 gr. de queijo flamengo previamente ralado
Sal q.b.
 


Preparação:


Coloque no copo o leite, o óleo e o sal e programe 7 min. 90°C vel. 1.
Misture o polvilho de uma só vez e programe 20 seg. vel. 6.
Deixe arrefecer tirando o copo da máquina .
Junte os ovos e o queijo e bata 1 min. vel. 6
Depois amasse 2 min. na vel espiga.


Deixe repousar a massa durante uns 20 min.
Forme bolinhas ( eu usei a " colher " de bolas de gelado e tornei a modelagem mais fácil - também pode fazer bolinhas com as mãos ou com 2 colheres ).

*Leve ao forno a 180ºC até ficarem douradinhos ou a seu gosto.


Torta de pêssego e creme Custard


                                                     ...enrola ou fica torta ?????

   Já tinha feito várias tortas deste género, ou rolo como lhe quiserem chamar...mas isto foi antes de ter a minha ajudante, a Bimby...agora é bem mais fácil!
Gostamos muito, mas fico sempre apreensiva na fase de enrolar a torta....uuuffff....por vezes parte-se toda e claro ficamos desmotivados.....mas até que me saí bem!!!
   Fiz a torta do livro base da Bimby, com algumas pequenas alterações.
Quiz dar-lhe cor e um " ar " primaveril e pareceu-me que o pêssego em calda
laminado era uma boa opção.
  Para além do tradicional recheio de chocolate e doce de ovos, existe um sem fim de cremes/recheios que podemos utilizar, bem como frutas frescas ou em calda....também os frutos secos " espalhados " por cima da torta funcionam muito bem.




 
 
 
 
Ingredientes para a torta:
 
6 ovos
200 g de açucar
250 g de farinha
2 c. de chá de fermento em pó
1 pitada de sal

 

Ingredientes para o recheio:


500 g de leite ( usei magro )
2 1/2 c. sopa de Farinha Custard
3 c. sopa de açúcar
Casca de 1 limão
30 g de margarina



 

Preparação do recheio:


No copo da Bimby coloca-se 250 gr. de leite e as duas colheres e meia de farinha custard.
Mistura-se bem 15 seg.  vel. 6.
Coloca-se a borboleta. Adiciona-se os restantes 250 grs. de leite, o açúcar, a margarina e a casca de limão e programa-se 7 min. temp. 9º C vel. 2.
Retira-se a borboleta e deita-se numa taça para arrefecer.
 
 
Preparação da torta:


Colocar a borboleta nas lâminas da Bimby, deitar no copo os ovos e o açucar, programando 2 min. temp 37ºC, vel. 3.
De seguida a mesma vel. e tempo mas sem temp.
Adicionar a farinha, o fermento e o sal e programar 5 seg. vel 3.
De seguida deitar a massa num tabuleiro untado com margarina ou óleo em spray e levar ao forno pré-aquecido a 180ºC  durante cerca de 10 a 15 minutos.
Desenformar sobre um pano ou papel vegetal polvilhados de açucar, barrar com o recheio, distribuir o pêssego laminado e enrolar imediatamente, pois assim não se partirá.
Deixar arrefecer totalmente e cobrir com o restante recheio fazendo uma decoração a gosto. 

 



 

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Natilhas

.....como natilhas desde pequenina....comprávamos em Badajoz.....eram Danone!!!!
 
 
As natilhas são uma sobremesa tradicional da culinária espanhola, são uma  "natilhadelícia".
   Agora é a minha filhota que adora natilhas.....começámos por comprar já feitas......é só adicionar canela.....agora fazêmo-las cá em casa na nossa Bimby....e é tão fácil!!!!!
Quando o desejo surge, em apenas uns minutos elas estão prontas.....depois é só deixá-las ficar bem fresquinhas....e isso sim demora mais tempo.
 
*É uma sobremesa muito fresca, muito cremosa, não é muito doce e é possível adicionar-lhe frutas, canela, bolachas, etc.




 
......as nossas estão decoradas com bolachas oreo partidas aos pedacinhos......bommmmmmm!!!!!




Ingredientes:

100 g de açúcar
3 ovos
500 g de leite à temperatura ambiente (usei magro)
10 g de maizena



Confeção:


Colocar no copo todos os ingredientes e  programar 7 min. temp. 90ºC vel. 4.
Coloque numa taça grande ou copos individuais.

Deixar arrefecer à temperatura ambiente e seguidamente levar ao frigorifíco até ao dia seguinte.

*Decorar a gosto depois de frias.










quarta-feira, 17 de abril de 2013

Mousse de bolachas Oreo

Aqui fica uma sugestão deliciosa...
 
Quem me chamou a atenção para esta mousse foi a minha filhota...." comi nos anos e gostei muito mãe...".

  Conhecem alguma criança que não goste de bolachas Oreo??? eu não! e adultos.....imensos adoram e devoram-nas sem dó...." cá eu " detesto, acho que são muitíssimo enjoativas e que deixam os dentes pretos...!
Após aquela conversa com a minha princesa fiquei com a convicção de que estava desejosa que eu fizésse uma mousse tão boa como a que comera.
  Comecei a pesquisar, depois de ter visto publicações da mousse de oreos aqui e acolá...achei que ia tudo a dar no mesmo, eram quase idênticas as receitas. 
Resolvi experimentar, pois cá em casa temos dois gulosos que  gostam muito dessas bolachas.....
   Achei que iria ser um sucesso e não me enganei.
É muito fácil de fazer e fica muito boa.
 Pode ser feita em duas versões, mousse ou gelado, a única diferença é que a mousse necessita folhas de gelatina para ter maior consistência e o gelado não.

 
 
 
 
 

......ou se adora ou se odeia...!!!!!
 
 
 

Ingredientes:
 
 
2 pacotes de natas bem frias ( usei magras )
1 lata leite condensado ( usei pequena e magro )
1 pacote de bolachas oreo (aqueles compridos de 154g)
2 folhas gelatina transparente
 
 
 
Preparação:
 
 
Colocar as bolachas no copo da Bimby e triturar uns seg. na vel. 9 ( Reservar )
Demolhar as folhas de gelatina numa pequena quantidade de água fria.
Colocar a borboleta e bater as natas na vel. 4, iniciando na vel. 2 sem a tampa medida.
O tempo depende muito das natas que se usam.
Juntar o leite condensado e mexer uns seg. na vel.4.
Escorrer a água à gelatina e levar ao microondas uns segundos para derreter.
Com a Bimby em  movimento, através do bucal deitar a gelatina derretida.
Juntar as bolachas trituradas e misturar uns seg. na vel.4.
Levar ao frigorífico durante umas horas.

*Dica: Se optar por fazer gelado, não adicionar a gelatina e colocar no congelador.
 
 
 
 
 
 
 

terça-feira, 16 de abril de 2013

Bolo de rosas em creme de baunilha

   Este foi o bolo do meu aniversário......finalmente chegou o dia....
 
  Apesar de eu não gostar de comemorar o meu aniversário....e não é pela idade, mas sim porque as festas de aniversário deixaram de fazer sentido de há 13 anos a esta parte... não me julgo no outono da vida, antes pelo contrário...julgo-me entre a primavera e o verão, entre o renascer e florescer....e também entre a harmonia de amadurecer ao sabor dos dias mais quentes do Verão.

Enfim......
Já há muito tempo que andava desejosa de fazer um bolo decorado com rosas em creme de manteiga. Finalmente decidi fazê-lo para o meu aniversário .
  Confesso que por um lado estava muito ansiosa por experimentar mas por outro lado com receio que não fosse capaz de fazer aquela decoração em rosas.... visto ser a primeira vez. Foi um processo longo, trabalhar com o saco de pasteleiro não me é tarefa diária nem me foi ensinada mas fiquei rendida com o resultado. Na minha modesta opinião o bolo ficou lindo.....sou uma principiante!!!
 
  É um bolo adequado para uma festa, em que cada um come uma fatiazinha, pois a decoração Buttercream assim o exige devido à quantidade de manteiga.
  O bolo fica absolutamente maravilhoso, neste caso fiz bolo de iogurte e cacau...o recheio de geleia de cereja e cereja caramelizada. 









Ingredientes para o bolo de iogurte e cacau:
 
200 g de farinha
1 c. sopa de fermento em pó
100 g de cacau ( usei Pantagruel )
300 g de açúcar
5 ovos
1 iogurte natural
110 g de óleo girassol


No copo seco coloque a farinha, o cacau e o fermento e peneire 30 seg. vel. 3. Retire e reserve.
Coloque a borboleta nas lâminas e adicione os ovos e o açúcar. Programe 6 min. vel 4.
Pré - aquecer o forno a 160 °C.
Remover a borboleta, adicionar o iogurte e o óleo e misturar 15 seg. vel.4.
Adicionar a farinha com o fermento e o cacau ( reservados ) e misturar vel. 3-4 durante 5 seg.
Colocar a massa numa forma redonda de 22/23 cm untada com óleo em spray ou margarina e levar ao forno cerca de 40 min. a 160 C°.

*Desenforme o bolo sobre uma rede, deixe arrefecer e corte na diagonal.
Recheie a seu gosto.



Ingredientes para o creme de manteiga e baunilha:

400g de açúcar em pó 
725g de manteiga à temperatura ambiente
4 c.(sopa) de leite gordo
1 vagem de baunilha ( sementes )



Confeção do creme de manteiga e baunilha:
 
Bater o açúcar, a manteiga e as sementes de baunilha durante 8 min. na vel. 3,5.
Passado esse tempo com a vel.3 ligada, juntar a pouco e pouco o leite.
Bater até a cobertura estar bem misturada, leve e fofa.

Num prato de mesa colocar o bolo e barrar as laterais ligeiramente e o topo com o creme de baunilha. Com a ajuda de um saco de pasteleiro ( usei descartáveis ) e com bico 1 M da Wilton  formar as rosas, tentando orientá-las no " espaço " em termos de tamanho e sítio. Preencher com " gotas de creme " os espaços que não fiquem tapados.
*Reservar umas horas no frigorífico.








Rosas Champanhe significam admiração e simpatia entre outras " coisas ".......gostaram deste tom ? eu adoro-o....é talvez o meu tom de rosas preferido...seguido das vermelhas !!!!
 
 As rosas estavam deliciosas!!!
À vossa saúde! 













 


 

 

 

 
 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


sexta-feira, 12 de abril de 2013

Crumble de maçã e morango

De origem britânica, crumble é uma deliciosa opção de sobremesa !
 
Já ouviu falar em crumble?
 
 
   Inúmeras vezes que eu li esta palavra em blogs e revistas de culinária....achava sempre que devia ser uma sobremesa dificílima de fazer e não tentava.....talvez o nome não fosse inspirador em português ( desmoronar, esfarelar )..... pensava el algo seco e que deixava migalhas " espalhadas ". 
  Foi no livro Receitas essenciais Bimby que me inspirei e transformei a receita do crumble de maçã, adicionando também morangos, canela e um toque de baunilha.
Apesar do nome aparentemente sofisticado, o crumble é uma sobremesa fácil de fazer e pode ter diferentes versões, como maçã, banana, pêra, morango, pêssego, amora etc, que estão entre as frutas frequentemente usadas no preparo deste doce delicioso. 
Também pode ser incrementado ao mesmo, amêndoas, nozes, passas, pedacinhos de biscoitos ou cereais matinais.
 
 
 
 
 



Ingredientes:


200 gr de morangos
300 gr de maçãs
1 pitada de canela
2 colheres de sopa de açucar em pó
2 colheres de sopa de açúcar baunilhado (opcional)

Sumo de meio limão
200 gr de farinha
100 gr de margarina
100 gr de açucar

 

Preparação:


Pré - aquecer o forno a 180º C.
Colocar no copo da Bimby a farinha, a margarina e o açucar e programar 30 seg. vel. 4. ( reserve )

Cortar as maçãs em quartos, passar por limão para que não escureçam, deitar no copo e picar 10 seg. vel. 5. Passar este puré para um pirex ou travessa de forno.
Arranjar os morangos e cortar ao meio, juntar os açucares e a canela, envolver e distribuir por cima das maçãs.
Deitar a mistura reservada  por cima dos preparados de frutas (sem calcar) e levar ao forno até estar dourado.
*Deverá ficar com um aspeto de migalhas.








Digam....não tem um aspeto delicioso??? afinal é cremoso e ao mesmo tempo pastoso .....ficou aprovadíssimo....!
Delicious..... 
 







 Normalmente o crumble é servido quente, mas na companhia de chantilly, cremes ou gelado.



Muffins de frutos vermelhos e pepitas de chocolate

  Muffins.......adoramos, são deliciosos,  têm uma massa mais pesada que os queques, as madalenas ou os cupcakes, com menos açúcar e com " coisas " no meio, que podem ser frutas frescas, congeladas, secas, chocolate...enfim uma enorme diversidade de ingredientes deliciosos e coloridos.
  São mais fáceis de consumir e menos enjoativos do que os cupcakes por exemplo....  uma verdadeira  delícia acompanhados  com café. Estes bolinhos, cozidos em forminhas de papel, silicone ou metal, podem ser doces ou salgados e são típicos da culinária americana.
  São perfeitos para levar para a escola, trabalho ou para os lanches da manhã e da tarde. 
 
 
 
 
 
 
 
Ingredientes:
 
 
270 g de farinha
2 c. chá de fermento
1 pitada de sal
175 g de açucar em pó
250 ml de nata liquida
2 ovos
2 c. chá de aroma de baunilha
80 ml de óleo vegetal
1 emb. de pepitas de chocolate
150 g de mistura de frutos vermelhos
 
 
Confeção:
 
 
No copo da Bimby colocar a farinha, açucar, sal e fermento e misturar 10 seg. vel. 3. ( reservar ).
No copo colocar a borboleta e os ovos e programar 3 min. vel. 3.
Em seguida adicionar a baunilha, o óleo e as natas e misturar até obter uma massa compacta 3 min. vel. 3.
Retirar para uma taça e misturar as pepitas de chocolate e os frutos vermelhos, envolvendo suavemente.
Quando estiver a massa preparada, colocar duas colheres de sopa em cada forminha.
Levar ao forno pré - aquecido a 180º C e deixar cozer 20 minutos vigiando sempre para não queimarem a base.
 
 
 
 

 
 
 
 Irresistivelmente saborosos.......estes muffins que me " sairam " na perfeição !!!
 
 
 
 
 

 
 
 
 ......aqui ainda o chocolate " meio derretido " numa combinação magnífica de cores e sabores!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Trevos dourados com chocolate

Para aqueles dias de gulodice, aqui fica um doce bem fácil de se fazer!!!
 
   Enquanto preparava estes folhados, fazendo cortes e mais cortes, achava que sairiam apenas uns simples folhados...como tantos outros que já vi e fiz....naquele momento eram apenas isso....folhados de chocolate!!! mas quando sairam do forno lindos e dourados pareceram-me imediatamente trevos dourados!!
  Embora a massa folhada contenha uma elevada quantidade de gordura, nós por cá, ficamos rendidos a tudo o que é feito de massa folhada....é uma perdição...!
*Hoje em dia encontra-se no mercado uma enorme variedade de marcas deste produto a muito bom preço, pelo que muitas vezes nem compensa estar a fazer a massa na Bimby, principalmente se for para poucas quantidades ou não for para congelar.
  Também o chocolate, seja ele de culinária ou não, se pode adquirir a bons preços, principalmente os de marca branca que são igualmente bons e dão resultados idênticos.
    Aqui fica esta imagem " super, hiper, mega gulosa..." para quem gosta de chocolate é claro!!!! 
 
 
 
 
 
 
 
Para a massa folhada: 
 
1 receita de massa folhada feita na Bimby ( ver etiqueta Grissinis folhados ) 
Corte a massa em quadrados de aproximadamente 12 cm cada.
Faça um corte a cerca de um dedo de cada canto/ângulo, em forma de ^ 
 
*Dica: Pode utilizar massa folhada fresca, de preferência retangular.
 
 
Para o recheio:
 
1 tablete de chocolate culinário ou creme de chocolate tipo Nutella
   
Derreter chocolate:
 
1. No copo da Bimby limpo e seco coloca-se o chocolate e programa-se 3 toques de turbo.
2. De seguida rala-se 5 seg. vel.9. Com a espátula baixa-se o que ficou na parede do copo.
3. Programa-se 4min. 50ºC vel.2.
4. Retira-se o copo da base e deixa-se arrefecer cerca de 10 minutos.
5. Volta a colocar-se o copo na base e sem o copo medida programa-se 3min. vel.4.
 
*Retira-se para um recipiente e vai-se distribuindo pelos quadrados feitos.
*Pega-se " nas pontas/ bicos " dos quadrados e juntam-se as 4 ao centro.
 
Dica:  Se o chocolate começar a ficar duro e não conseguir terminar os folhados repetem-se os passos 2 e 3.
 
 
 
 
 
 
 Quentinhos e com açucar pulverizado são ainda mais bonitos e saborosos !!!!