segunda-feira, 31 de março de 2014

Arroz doce com licor de coentros na máquina de fazer pão

Sem colher de pau nem bimby....


Já não passo sem a minha máquina de fazer pão....ao contrário da ideia que tinha inicialmente, este é um dos eletrodomésticos de maior utilidade na minha cozinha. Trabalha dia sim, dia sim....faço nela o meu pãozinho de sementes, pães diversos, os quais na maioria das vezes nem coloco no blog....massa para pizza, bolos...,muitos dos alimentos que fazem parte daquilo que consumimos em casa no dia-a-dia. 
Andava curiosa em relação às receitas doces que não fossem bolos, porque "esses" acho que já domino....a curiosidade recaia sobretudo no arroz doce, sobremesa que adoro desde criança e que costumo fazer na bimby pela facilidade de confecção.
É óbvio que tive que pesquisar...na esperança de encontrar uma imagem que me prendesse ao ecrã....e encontrei à primeira tentativa....ohhh, como eu gosto daquele blog...é um dos "cantinhos" que visito habitualmente e no qual me perco durante horas...o Kanela y Limón tem tudo o que eu gostaria de ter para o meu "cantinho"...as fotos são inexplicavelmente maravilhosas....gosto da forma como dá cada dica aos leitores...!!!. Pois é, lá está a deliciosa receita na qual me inspirei, ou melhor à qual fiz umas ligeiras alterações.
 


Ingredientes:

1 litro de leite
175 gr de arroz - usei carolino
Casca de um limão - só a parte amarela
Um pau de canela Suldouro
100 gr de açúcar
50 gr de creme vegetal
1/2 c. chá de canela em pó Suldouro
3 c. de chá de Licor de Coentros - Sabores da Ponte  


Preparação:
Leve ao lume o leite com a casca do limão e o pau de canela;
Coloque o arroz na cuba da máquina de fazer pão;
Quando o leite ferver, passe-o por um coador para retirar a nata e adicione ao arroz;
Seleccione o programa "COMPOTAS" que tem a duração de 1h20m;
Antes dos últimos 30 minutos do programa junte o creme vegetal, o açúcar, a canela e o licor; Deixe terminar o programa;
Retire o arroz da cuba e coloque-o nos recipientes de servir;
Polvilhe com canela;
Sirva frio ou morno.


A cozedura na máquina do pão deixa o arroz no ponto e com uma cremosidade invejável...


Mais um delicioso arroz que invadiu a minha cozinha de um aroma maravilhoso!!!


Umas colheradas a não perder.....fica a sugestão para MFP....



Nesta receita usei:


















Agradeço às empresas referidas os excelentes produtos enviados.





Não esqueçam...saboreiem as maravilhas que a vida nos dá....