sábado, 4 de julho de 2015

Tarte de bolacha moka e laranja

Tanto bolo de bolacha que eu comi, acho que foi dos primeiros bolos que vi a minha mãe fazer.
Para os grandes apreciadores de bolo de bolacha, esta é uma sobremesa que nunca se torna enjoativa......e ainda mais, existem imensas receitas de bolos de bolacha.
Eu já não sou fã de bolo de bolacha.....os anos passam e as vontades mudam mas a filhota mais velha adora e era habitual levar para a escola....aqueles bolinhos apelativos com creme de manteiga e decorados com pintarolas.....uma verdadeira delícia para os pequenos. Os bolos de bolacha são das receitas mais vistas de sempre do meu blog, sendo que tenho variantes, que vão do tradicional bolo a este que vos trago hoje, o qual apelidei de tarte pela sua forma e textura. 
Esta é das melhores receitas de bolo de bolacha/tarte que já experimentei.
Na minha opinião o melhor bolo de bolacha não tem que ser feito com manteiga, principalmente no tempo quente....tornando-se mole, enjoativo, pegajoso e sem beleza.
Mesmo para aqueles que não têm grande mão para sobremesas, esta tarte de bolacha é uma forma fácil e deliciosa de se iniciarem. 
Podem decorar com bolacha triturada, amêndoa ralada, raspas de chocolate ou outra cobertura a vosso gosto. 
Há uns dias atrás, decidi que o bolo de aniversário do meu Pai seria o Bolo de Bolacha mas foi enquanto o preparava que me surgiu a ideia de lhe adicionar laranja.
Ingredientes:
1 lata de leite condensado cozido
2 pacotes de natas para bater frias
6 folhas de gelatina branca
Q.b. de café forte
2 pacotes de bolacha tipo maria

Raspa de 1 laranja pequena
1 c. sobremesa de café solúvel

Preparação:
Bater as natas em chantilly com ajuda de uma batedeira;

Juntar o leite condensado cozido e envolver bem até obter um creme homogéneo; 
Hidratar as folhas de gelatina num pouco de água; 
Escorrer a água e levar ao micro-ondas por breves segundos para desfazer;
Adicionar a gelatina ao creme e envolver com a batedeira numa velocidade alta;
Juntar a raspa de laranja e o café solúvel e voltar a bater;
Colocar um aro amovível num prato grande de servir;
Demolhar as bolachas no café forte, uma a uma e fazer camadas de bolacha e creme alternadamente;
Levar ao frigorífico até estar sólido;
Desenformar e decorar com coco ralado; bolacha triturada; cacau amargo; raspas de chocolate.....ou ainda servir simples.

Saboreiem as maravilhas que a vida nos dá.....

E foi no exterior que se cantaram os parabéns ao paizinho e nos deliciámos com esta maravilha bem fresquinha......